miko @ 22:15

Ter, 08/09/09

De volta à realidade. Porque sim. Porque tem de ser. Já não estou mais num conto de fadas. 


"Dá que pensar"


Sim, amor. Ao fim de quase três anos, dá que pensar.

 

 

 


conteúdo explícito: , , , ,


miko @ 13:46

Seg, 16/02/09

Amor platónico.
Amor cibernautico.
Amor real.
Amor de fantasia.
Amor carnal.
Amor de mimos.

Amizade profunda.
Amizade colorida.
Amizade parva.
Amizade sincera
.

 Discussões parvas.
Discussões espontâneas.
Discussões premeditadas.
Discussões inevitáveis.
Discussões a brincar.
Discussões reais.

 

 

Entre mim e ele existem cerca de 300 km que estragam tudo...


conteúdo explícito: , , , , ,


miko @ 17:28

Qua, 21/01/09

Consta que este será o meu último post antes de partir para o Porto, visto que amanhã não durmo em casa e na Sexta feira vou directamente da faculdade para o comboio. Por isso meus amores, morram de saudades minhas e morram de curiosidade durante o fim-de-semana, visto que eu estou on-fire e pelos vistos ele também. Senão vejam a mensagem que recebi agora mesmo:

"Que achas de fazermos sexo antes de virmos para casa, num sitio que eu cá sei?"

Hipótese não posta de lado, por enquanto, estão abertas as votações!

 

 

Have a nice weekend!

Toodles

xoxoxoxo

 

 


sinto-me: ui, nem sei
conteúdo explícito: , , , , ,


miko @ 21:39

Seg, 12/01/09

....Suddenly I need to cry.
....Don't know why, don't know when, don't know how.

 

 

Well, perhaps I do know why.

 

 

Às vezes tenho inveja dos outros meninos que dizem:

"De manhã não dá, vou estar com a minha namorada"

ou

"À tarde não posso, combinei estar com o meu namorado"


sinto-me: t.r.i.s.t.e.
conteúdo explícito: , , , , ,


miko @ 17:16

Sex, 21/11/08

Combinámos. Dia 26 de Dezembro vinha visitar a sua família a Sines, teria a oportunidade de passar por Lisboa. Combinei com três amigas, não queria ir sozinha, a coisa podia correr mal e assim elas estavam lá para "amparar a queda". Claro que isto tudo com o conhecimento dele, não se opôs. Para os meus pais inventei a história de que um amigo da colónia de férias que fizera esse Verão, vinha a Lisboa fazer-nos uma visita e por isso nós 4 (3 tinham feito a tal colónia) combinámos um encontro no Parque das Nações.
A meio da manhã já nós íamos a caminho. Autocarro, comboio, metro. Chegámos demasiado cedo. Não me lembro ao certo quantas voltas demos àquilo até finalmente ele me dizer que estava a chegar. Escadas do Pavilhão Atlântico, super nervosa. Tremia, sim é um facto. Mensagem: "Já cá estou. Onde estás?" "Pavilhão Atlântico".

 

Olho em volta na expectativa.
Tomo nota de todas as direcções possíveis, ele podia aparecer de qualquer lado.
Sinto-me a ser observada.
Olho para trás...

Estava o Apêndice a sorrir.

Fui em passo acelerado ter com ele. Quando frente-a-frente, embaraçados, e agora?
Beijou-me na boca, beijei-o a seguir.
Trazia um saco de papel.
"Toma, a minha prenda de Natal"

Uma mala do Jack. Adorei. Amei. Beijei-o novamente. E durante o dia, nada inibidos.
Quem diria?


sinto-me: a recordar


miko @ 15:10

Seg, 17/11/08

32 dias é quanto falta para ver o meu apêndice outra vez, para estarmos juntos. Para actualizar muita gente que caiu aqui de pára-quedas nestes últimos dias, o apêndice é o meu mais-que-tudo e vive no Porto (e eu em Lisboa). Nunca contei aqui realmente como nos conhecemos e este sábado tive a contar a história a um moço, o que me fez lembrar a estupidez que foi o início da nossa relação.

Foi em 2007 que esse belo site denominado hi5 fez com que o apêndice descobrisse a minha pessoa. Começou por uma mensagem muito simples como "Bons gostos musicais", um "Obrigado por adicionares" para "Se quiseres adiciona o meu mail". Adicionei, não porque achei que viria a ser o príncipe encantado mas porque aparentemente partilhavamos dos mesmos interesses e achei que teríamos tema de conversa. Enganei-me. "Olá, tudo bem? Como te chamas? Tens que idade? És de onde?" E pouco mais se desenvolveu.

Passado uns 2 meses fazia eu uma limpeza de contactos do msn e não percebia quem era aquele sujeito. "Desculpa, quem és?" "Sou aquele rapaz do Porto, do hi5.." A partir daí, não sei, ficámos umas 3 horas a conversar. E no dia seguinte a mesma coisa, até que o rapaz sumiu. Passada uma semana (já eu achava que ele tinha "morrido") recebo um mail que ainda hoje guardo com carinho, onde o rapaz dava o seu número de telemóvel e pedia desculpas porque tinha ficado sem net e, que tinha estado a pensar em mim. A partir desse dia nunca mais largámos o telemóvel. Isto em Setembro e, esperámos até Dezembro para nos conhecermos. Foi a melhor prenda de Natal de sempre, mas esse dia fica para outra vez, se quiserem.

E agora penso nas horas que já passaram, nos dias, nas semanas, nos meses que já esperámos para estarmos juntos...Haverá prova de amor mais forte?


sinto-me: com saudades


miko @ 21:31

Seg, 25/08/08

Sms dele:

"Já tenho saudades meu amor@@"

 

Eu também.Eu também já tenho saudades. Tenho saudades desde o momento em que puseste o pé dentro do maldito comboio que te levou para longe. Não sei como aguento,

não sei como aguentamos. Só sei porquê, é fácil: porque nos amamos.

E será que resiste?

Que perdura?

Isso eu já não sei...

Ainda ontem foste embora e já temos os corações apertados, apesar de sabermos que esta semana vou para aí, de certeza. No meio de tanta certeza porque têm de haver estas dúvidas? Se conseguimos. Se seremos fortes. Se resistimos. Se somos intocáveis. Havemos de ser.

 

Não digam nada a ninguém, mas eu gosto mesmo dele.

 

 

 

 

 

Mesmo nada a ver:

lista actualizada.


sinto-me: apertada
conteúdo explícito: , , , , , , ,

miko's

 

Porque não tenho de estar sempre bonita, jeitosa, radiante e sorridente.
Não tenho jeito para essas coisas!

 

miko & apêndice
Daisypath Anniversary Years Ticker
Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30



myspace web counter
Help!
Save Miguel

blogs SAPO