miko @ 12:59

Sab, 25/04/09

Ontem devo ter tido a discussão mais estúpide e imbecil de sempre com o Apêndice. Um amigo dele tem um problema, na verdade um grande drama: há a hipótese da namorada estar grávida (e isto não foi por falta de cuidados!). Hipótese porque a rapariga ainda nem sequer fez um teste, o que a meu ver é estúpido porque às primeiras suspeitas é logo a primeira coisa a fazer. Acontece que o rapaz está num grande dilema porque se essa hipótese se confirmar, a namorada já disse que iria ter o bebé. Diria eu que isto é razoável. Diz o Apêndice que não. Então o conselho que ele lhe deu era que pensassem bem antes de ter a criança, porque (palavras dele) "iria dar cabo da vossa vida".

Aqui começou a divergência entre mim e o Apêndice. Não estou a dizer que seria fácil, antes pelo contrário mas, fazer um aborto aos 20 anos é razoável? Claro que implicaria abdicar de muita coisa ou adiar muita coisa, mas não vamos partir do pressuposto de que vem aí um bebé e vamos ficar com a vida destruída, não. Não acredito nisso. E o Apêndice surpreendeu-me, pela negativa. Não acho que um bebé lhes irá estragar a vida, não dá para culpabilizar uma pessoa que ainda nem sequer veio ao mundo. Há muita coisa que se altera na vida, mas...Se me a estragaria? Não...

 




miko @ 19:31

Sex, 06/03/09

Juntámo-nos seis. Moças bem-parecidas, três solteiras, três apaixonadas. Conhecemo-nos este ano, o primeiro da faculdade. O mesmo curso, a mesma turma, as mesmas opiniões, os mesmos jeitos, ficou "o grupinho".  Combinámos o jantar em casa da Jo e da Ruiva. Encarreguei-me da "rega", comprei duas garrafas de Gazela, houve depois quem contribuísse para um pack de não-sei-quantas minis, vodka preta e martini. Por volta das 21h comíamos bem, bebíamos bem, no fundo divertíamo-nos. Coisa puxa a coisa, copo a copo, cigarro a cigarro, quando demos por nós estávamos bem regadinhas e bem alegres. Lá para a 1h da manhã seguimos para os Marretas.

Nos Marretas a coisa ficou diferente, quer dizer, tirando o facto de estar completamente abarrotado, poças de vomitado à porta da casa de banho, gajos e gajas que se acabam de conhecer a comerem-se ali à grande, e gajos chatos como as putas a tentarem a toda a força infiltrarem-se no nosso grupo, até deu para curtir. Quando um grupo assim de gajas sai, viramos todas lésbicas. É mais prático, mais seguro, e ainda nos rimos com as reações dos abutres que tentam bicar qualquer coisa dos nacos. Irrita-me um pouco ter de estar constantemente a mandar cotoveladas e empurrões nos "meninos" que saem apenas para se infiltrarem e tentarem conseguir alguma coisa. Acho que agora estou perita na dança da galinha, oh yeah.

 




miko @ 21:01

Sex, 26/12/08

Tenho de fazer um comentário de 5 páginas (máx.) sobre  obra Autobiografia de Charles Darwin. COMO????????????

 

 

 

 

 

 

By the way, o Apêndice não voltou hoje como combinado. Está de cama, ontem quase atingiu os 40º de febre.

Well, I guess I'll have to drink the bottle of champagne by myself. Happy aniversiry darling.

 

2 anos ao teu lado@


sinto-me: à nora
conteúdo explícito: , , , , , ,


miko @ 20:36

Qui, 18/12/08

"...quero esquecer que tudo istoaconteceu e ficar bem outra vez contigo porque és o amor da minha vida e não quero nem preciso de mais ninguém, só de ti! Desculpa se durante estes dias tenho sido bruto contigo é que não tenho andado bem e as nossas discussões só pioram isso, não tenho andado mesmo nada bem...Só te quero lembrar que continuo a ser o teu *** amor, desculpa se te fiz mal, não queria, tu não tens culpa nenhuma do que me está a acontecer...Espero que me perdoes e continues a gostar de mim meu amor, eu sei que às vezes não sou o mais fácil de aturar mas sinto a tua falta. Como não te tenho aqui, fecho-me em copas para o mundo...(...) volta, fica comigo só mais uma noite"

 

Estranho era se acabássemos assim.

 

Obrigado a todos pelo apoio.
Ele vem amanhã. Estamos fortes, somos fortes, temos algo forte.
xuaC


conteúdo explícito: , , , , ,


miko @ 19:21

Sab, 29/11/08

Toda a gente sabe o que significa mandar o fumo de um bafo de um cigarro lentamente para uma pessoa d'accord? Para aqueles que não o sabem significa mais ou menos tipo "quero-te comer". Não é que acredite muito nessas merdas mas pronto, no gozo, entre amigos uma gaja até alinha nessas porras. Até aqui tudo bem.
Chamemos-lhe o X. O X, juntamente com o Man de quem falei no post anterior, foram, até hoje, os dois únicos homens da minha vida. Nunca andei com nenhum (hell, no!) mas somos (ou fomos, whatever) melhores amigos, unha com carne, cu com as calças. (Tirando o facto de o Man ter tido aquelas atitudes parvas, mas isso são outras histórias). O que interessa aqui é o X.
Acabou com a namorada há relativamente pouco tempo, é certo, e anda um bocado com o pito aos saltos. Falta de sexo, é ele e eu! Durante a noite de ontem picámo-nos até mais não e, numa brincadeira ele até mandou uma mensagem ao Apêndice a dizer "Importas-te que coma a tua namorada?". Quem conhece o X sabe que a vida é um completo gozo, descontrai-se e pronto. Ora o Apêndice não achou piada, isto porque ficou com ciúmes de eu me estar a divertir à grande e ele ter ficado em casa. Não tenho paxorra e liguei-lhe a dizer que tivesse calma porque eu também tinha direito a divertir-me.
Episódio seguinte: a noite estava ao rubro, chovia lá fora e nós debaixo do toldo do bar a curtir a música dos anos 70, a dançar e a fumar que nem uns doidos. Eu e o X sempre a picar-nos. Até que eu me lembro de lhe mandar os meus três últimos bafos do cigarro para a cara. Ele agarra-me e dá-me um grandessíssimo linguado. "FODASSE", pensei. E este pensamento repetiu-se durante a noite toda. Não contei nada ao Apêndice e, sinceramente acho que não vou contar. Mandei mensagem depois ao X, já quando estava em casa, a perguntar que raio tinha sido aquilo. Ligou-me e esclarecemos tudo. E picou-me ainda mais.

Se contasse ao Apêndice ele não ia perceber. A minha relação com o X é tranquila, não há nada demais ali. Claro que se a coisa ficar complicada é óbvio que temos uma conversa. Mas neste momento e, apesar de estar mal com o Apêndice, sei que é ele que eu quero, sei que o amo. O X é um amigo, e os amigos têm diferentes formas de mostrarem o seu "amor" e aquilo foi uma brincadeira. Eu sei que não é fácil de entenderem, mas para mim é claro.

Quanto ao Man, apareceu! Ficou conosco durante hummmm vá meia horita. Palavra final "Tchau pessoal!" "Vai pela sombra!"


sinto-me: hummm tranquila
conteúdo explícito: , , , , , ,


miko @ 19:23

Qua, 26/11/08

sms: "Adoro-te meu bolo de arroz"

 

Derreti-me, sim.
Depois de dois dias completamente exaustos em termos emocionais (andei a chorar baba e ranho por aí), encontro-me a recuperar VERY LENTAMENTE.

 

Pudim: "Maria andas a fumar imenso!"
Miko: "Ya...Comprei o maço ontem e já tá quase vazio...Mas olha, porque é que será?!?!"
Pudim: "Oh baby tens de ter calma, é fodido, custa, mas não podes bloquear!"

 

Nheee

Ritmo de vida bastante alterado = resultados não muito saudáveis.

 

1 ano e 11 meses com ele.


sinto-me: exausta
conteúdo explícito: , , , , , , , ,


miko @ 15:31

Seg, 24/11/08

...E olhem que já foi mais fácil alcançá-lo.

 

Estou:

   - cansada;
   - carente;
   - angustiada;
   - nervosa;
   - triste;
   - chateada;
   - aborrecida;
   - ansiosa;
   - irritada;
   - com saudades;
   - sem vontade própria;
   - frustrada;
   - pensativa;
   - emotiva;
   - farta de tudo;
   - de rastos;
   - a morrer.

 


conteúdo explícito: , , , , ,


miko @ 20:31

Dom, 23/11/08

Desde já as minhas desculpas pela ausência este fim-de-semana mas pelo que se segue vão perceber o porquê da minha pessoa não ter conseguido postar.

Na noite de Sábado para Domingo realizou-se o X S. Vicente, festival de tunas, na Aula Magna, e claro que eu, futura pandeireta não queria perder isto por nada. Apesar de a minha fabulástica tuna não ir actuar, queria ver a Vicentuna, a TAL, a Estudantina e a TAISCTE. Arranjei companhia, a S. Íamos as duas malucas para a Aula Magna, e depois quem sabe talvez Bairro Alto, por aí, e dormia em casa dela. Até aqui tudo bem: saio do curso a correr, meto-me no comboio, apanho o autocarro, chego a casa, tomo banho, visto-me e volto a sair.

O Festival acabou precisamente às 02.00 da manhã, hora a que fecha o Bairro Alto, logo ficámos sem sítio para onde ir. Apanhámos um daqueles autocarros da rede da madrugada para o Cais do Sodré, embora fosse demasiado cedo para apanharmos o comboio das 04.30. Depois de entrar num bar cheio de bêbados saímos passados 30 segundos devido ao cenário demasiado degradante. vai daí encontrámos um prédio jeitoso com a porta aberta. entrámos e abancámo-nos no hall. Fumámos os nossos cigarros, arroxámos durante uns minutos e pasada uma eternidade a hora do comboio finalmente tinha chegado.

Chegámos a casa precisamente as 05.30. Concluindo, dormi 2 horas e 30 minutos. O pior foi hoje de manhã quando acordamos e a S. lembra-se de ter um ataque qualquer à minha frente. Desmaiou, começou com convulsões e eu completamente atarantada, a ver a rapariga a ficar roxa sem a conseguir reanimar. Mas vá lá, acordou ficou bem. Mas não ganhei para o susto.

Agora chego a casa depois de mais um dia agitado e o Apêndice lembra-se de me mandar isto:

"Precisamos de falar..."


sinto-me: baaahhhhh


miko @ 15:10

Seg, 17/11/08

32 dias é quanto falta para ver o meu apêndice outra vez, para estarmos juntos. Para actualizar muita gente que caiu aqui de pára-quedas nestes últimos dias, o apêndice é o meu mais-que-tudo e vive no Porto (e eu em Lisboa). Nunca contei aqui realmente como nos conhecemos e este sábado tive a contar a história a um moço, o que me fez lembrar a estupidez que foi o início da nossa relação.

Foi em 2007 que esse belo site denominado hi5 fez com que o apêndice descobrisse a minha pessoa. Começou por uma mensagem muito simples como "Bons gostos musicais", um "Obrigado por adicionares" para "Se quiseres adiciona o meu mail". Adicionei, não porque achei que viria a ser o príncipe encantado mas porque aparentemente partilhavamos dos mesmos interesses e achei que teríamos tema de conversa. Enganei-me. "Olá, tudo bem? Como te chamas? Tens que idade? És de onde?" E pouco mais se desenvolveu.

Passado uns 2 meses fazia eu uma limpeza de contactos do msn e não percebia quem era aquele sujeito. "Desculpa, quem és?" "Sou aquele rapaz do Porto, do hi5.." A partir daí, não sei, ficámos umas 3 horas a conversar. E no dia seguinte a mesma coisa, até que o rapaz sumiu. Passada uma semana (já eu achava que ele tinha "morrido") recebo um mail que ainda hoje guardo com carinho, onde o rapaz dava o seu número de telemóvel e pedia desculpas porque tinha ficado sem net e, que tinha estado a pensar em mim. A partir desse dia nunca mais largámos o telemóvel. Isto em Setembro e, esperámos até Dezembro para nos conhecermos. Foi a melhor prenda de Natal de sempre, mas esse dia fica para outra vez, se quiserem.

E agora penso nas horas que já passaram, nos dias, nas semanas, nos meses que já esperámos para estarmos juntos...Haverá prova de amor mais forte?


sinto-me: com saudades


miko @ 16:35

Sex, 14/11/08

Pois, parece que voltei a ser destaque no sapo, o que é sempre bom e continua a ser uma incógnita para mim. Já quando foi da outra vez fiquei surpreendida e agora ainda mais, mas pronto parabéns para mim, parabéns ao meu blog, parabéns aos 101 posts que escrevi até hoje e parabéns àqueles que são parvos o suficiente para lerem estas merdas, a sério tenho por vocês a maior das considerações. Parabéns também àqueles que vêm cá e não deixam comentários mas contribuem para o aumento do meu contador de visitas que já vai num número bem simpático.

 

Do fim-de-semana com o apêndice (que já lá vai uma semana) aquilo que eu posso dizer é que no sábado fomos sair com o pessoal todo e à 1h da manhã fomos para casa do Xi jogar buzz. Mas não é aquele buzz quizz, é mesmo os joguinhos dos putos com monstrinhos, dinossauros e macaquinhos. Chegámos a casa às 3 e o resto não posso contar.

 

Sabem qual é a sensação de comer Mac donald's depois de 3 meses em jejum? experimentem! Têm quase um orgasmo.

 

Today's quote: "Cabrões dos capitalistas!"


sinto-me: nice
conteúdo explícito: , , , , , ,

miko's

 

Porque não tenho de estar sempre bonita, jeitosa, radiante e sorridente.
Não tenho jeito para essas coisas!

 

miko & apêndice
Daisypath Anniversary Years Ticker
Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30



myspace web counter
Help!
Save Miguel

blogs SAPO