miko @ 18:18

Dom, 21/06/09

Amanhã tenho a última frequência e eu estou a zer0s porque a matéria não é matéria. Aquilo que se diz ser matéria, é um vazio abstracto que nos põe a dormir um soninho descansado mesmo depois de termos bebido um dos cafés mais fortes da Nespresso. É que é tão vago, mas tão vago.....que nem dá para fazer cábulas!

 

 

Mas eu vou lá....desistir passado uns 7 minutos, mas vou lá. E depois vou para a praia que também tenho direito porra!

 

 




miko @ 21:11

Qui, 30/10/08

E se eu vos dissesse que ontem tive a pior manhã da minha vida? Porquê? Então e se eu vos disser que deixei a minha mala no autocarro da carris com TUDO lá dentro? Lá o Código Civil eu não me importo, mas o meu telemóvel e a minha carteira com o meu dinheirinho e o meu cartaozinho e as fotografias do apêndice, isso importo-me!

Então foi assim:
Entramos no autocarro, aquele que apanhamos sempre em Algés para ir para a faculdade, vamos para os últimos cancos, sentamo-nos e eu ponho a mala naquele espaço que às vezes encontramos no último banco estão a ver? Numa das pontas,normalmente não há lugar, há um espaço que nunca percebi muito bem para o que servia, até à manhã de ontem! Conversa puxa conversa, nunca mais me lembrei da mala. Tocamos para sair, saímos, o autocarro arranca, entramos na faculdade, vamos a descer as escadas e ouve-se um berro "A MINHA MALA!!!!! ". Foi, a minha mala foi no autocarro, sozinha, para o Desterro. Claro que entrei em pânico, comecei a tremer, comecei a chorar, o meu cérebro pura e simplesmente congelou. A sorte foi que ali passam uns 10 autocarros e todos com intervalo de 5 minutos cada, pedimos ao motorista do autocarro que passou a seguir para, pelo rádio, contactar com o motorista do autocarro que tínhamos apanhado antes. Foi a meia hora mais longa da minha vida. Claro que faltei logo ao primeiro tempo, e eles ficaram comigo. Passados uns 15 minutos veio um senhor ter connosco, que trabalhava para a Carris, e disse-nos que a mala tinha sido encontrada e que teria que esperar que o autocarro saísse do Desterro e fizesse a volta inversa. Fiquei ali a morrer, a congelar, sem conseguir pensar na sorte que acabava de ter, apenas queria ver a minha mala, queria ver se não faltava nada.
Quando ao autocarro chegou, agarrei-me à minha malinha e jurei, JUREI que nunca mais iria pousá-la em nenhum sítio.
Sou uma borrada, eu sei.


sinto-me: com sorte
conteúdo explícito: , , , , , , , , ,

miko's

 

Porque não tenho de estar sempre bonita, jeitosa, radiante e sorridente.
Não tenho jeito para essas coisas!

 

Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


blogs SAPO