miko @ 20:43

Ter, 10/02/09

Grito libertador dentro da minha pequenina cabecinha de ervilha no preciso momento em que acabei a última frequência. Hummm btw, demorei 35 a 40 minutos a fazê-la, nunca vi algo mais fácil. Tinha tido uma premonição hoje de manhã, e por sorte li e reli apenas aquilo que achei mais importante, e que por acaso foi o que saiu. Ahhmmm mas não convém pôr-me para aqui toda lampeira, não vá apanhar uma GRANDE surpresa (desilusão) quando a nota sair, AMANHÃ.

É amanhã também que saem as notas de Ciência Política que também me correu bem, e depois só falta saber a nota de Antropologia and than I'm ready to go and fall in the arms of my sweet little angel.

Whatever, saí da faculdade e fui com a Crô comer um ganda mac donald's. Ficamos tipo 3 meses sem lá ir, para depois termos orgasmos na primeira trinca de um Big Mac (: ós despois parámos numa casinha de chá, tipo cave, e ficámos a beber White Ring até às 18h da tarde. Estou bezana de preguiça, feliz de não ter de pensar (pelo menos no dia de hoje) que não tenho de estudar porque não tenho mais frequências. E se não for a exames, fico de férias até Março. E mais...Não há!


conteúdo explícito: , , , , , , ,


miko @ 11:53

Qua, 04/02/09

Há aquelas pessoas que quando as conhecemos, não damos nada por elas, mas quando nos apercebemos, são os nossos melhores amigos.

Mas depois...

Há aquelas pessoas que quando as conhecemos, achamos que vão ser nossos amigos para sempre, mas quando nos apercebemos, fodem-nos à grande e ficamos com um melão do "cagalho".

 

(Foram só umas conclusões a que cheguei. Sabem, às vezes também sou iluminada por qualquer coisa e depois tenho estas saídas. Devia escrever uma rubrica no Global ou no Destak.)

 

 


conteúdo explícito: , , , , ,


miko @ 12:37

Dom, 01/02/09

...que nos levam a tirar certas conclusões:

 

Combinámos uma batalha de Singstar em casa do Xi. Combinámos que eles iam tomar café à tarde (eu não ia porque tinha de estudar) e passariam aqui para me levarem. Combinámos que por volta das 20h me diziam qualquer coisa. NÃO COMBINÁMOS é que teria de ser eu a ligar às 21h para me dizerem que tinham combinado ir jantar a um sítio qualquer e só lá para as 21.30 (vá, 22 que já os conheço) é que me vinham buscar.

 

Ou eu sou muito parva ou então estou mesmo alterada porque quando desliguei o telefone desatei a chorar, vesti o pijama e mandei mensagem a dizer que já não ia a lado nenhum. Estarei muito repetitiva com estas histórias de merda?? Se estou digam... Nem o Apêndice tem paciência para me ouvir. Às vezes parece que não me conhece minimamente.


sinto-me: mal
conteúdo explícito: , , , , ,


miko @ 20:32

Sex, 30/01/09

São as frequências a chegar, é o Apêndice que vai fazer anos e lamenta-se por eu não poder ir, e como eu não me sentia mal o suficiente, veio isto:

Conversa entre moi e best

(ontem)
moi-"Amanhã 'bora tomar um cafézinho à noite para desanuviar a cabeça?"
best-"Não sei, logo se vê..."
moi-"Ok..."
fodida!!!!!!
(hoje, tipo há 5 minutos)
best-"Olá, olha nós ainda não sabemos o que vamos fazer, estou aqui em casa do Xi depois vamos ter com o X. e depois não sei, devemos ir ter com o B. a um sítio qualquer. Queres vir?"
moi-"Não, a esta hora já não vou a lado nenhum..."
best-"São 20h.."
moi-"E eu não jantei e já estou de pijama..."
best-"Então e amanhã?"
moi-"Não sei, tenho de estudar"
best-"Olha ontem fomos sair e blablabla blablabla blablabla whiskas saquetas"

 

Estarei um bocado posta de parte????


conteúdo explícito: , , , , ,


miko @ 19:31

Sab, 17/01/09

Ontem saímos. Jantar naquele sítio típico, onde o mar está perto e a sangria é óptima. Bebemos. Bebi o quanto bastasse, e depois comi um tiramissú embebido em rum. Delicioso. Fumámos tabaco. Fumaram ganzas. No parque de estacionamento em frente à praia, eu e ela em cima do muro a dançarmos que nem umas loucas para eles dentro do carro, a olharem para nós com cara de parvos.

Era menina para ir para uma discoteca naquela noite, mas não fui. Não gosto de discotecas. Em vez disso liquei ao Apêndice e, quente como estava disse-lhe:

"Se estivesses cá hoje faríamos sexo como nunca fizémos"

Percebi que ficou embasbacado do outro lado. Gosto de chocar. E ontem senti a falta, a falta de amor, de carinho, de abraços, de amaços, de apertões, beliscões, apalpões, sexo, muito sexo, sexo durante toda a noite. Mas pronto, vim para casa e adormeci... Não vou dizer o que sonhei!


conteúdo explícito: , , , , ,


miko @ 14:58

Dom, 04/01/09

Ahhhhmmmm estou à procura de uma boa razão para sentar o cú na cadeira em frente à secretária para estudar qualquer coisa que seja.

 

"Vou estudar a fundo estas férias!" - Disse ela bastante convencida, mas no fundo sabia que quando se tem o Apêndice por perto, torna-se impossível fazer o que quer que seja responsavelmente. E apesar de ele já ter ido, a sua cabeça e o seu coração partiram com ele, daí que a vontade para sentar o cú na cadeira em frente à secretária é muito pouca ou quase nenhuma.

 

Uma coisa é certa: tenho que queimar o tico e o teco qu, com tanta comida e preguiça estas férias, estão tipo potes, tal como eu, sem vontade para nada. Ai pronto, ok razões para estudar são muitas, hummmm mas e razões para ter vontade para estudar? Conseguem?

(...)

 

E heis que alguém me ouve e acabo de ser convidada para um café! Oh yeah Oh yeah!

 

 

 


sinto-me: yupieh
conteúdo explícito: , , , , ,


miko @ 19:35

Qua, 10/12/08

Ontem vi o Apêndice pela webcam, cortou as rastas da frente, está ABSOLUTAMENTE LINDO. Agora quem se fica a sentir mal sou eu que pareço um camafeu ao lado do meu Deus grego. Alguma sugestione para não me sentir tão horrivelmente ugly betty?

Talvez por isso andei o dia todo com um humor insuportável, no bom sentido.
Nunca tive tão chatinha tão chatinha.

 

E andei o dia inteiro a cantar isto =D

 


sinto-me: criancinha
música: é preciso??
conteúdo explícito: , , , , , , ,


miko @ 19:21

Sab, 29/11/08

Toda a gente sabe o que significa mandar o fumo de um bafo de um cigarro lentamente para uma pessoa d'accord? Para aqueles que não o sabem significa mais ou menos tipo "quero-te comer". Não é que acredite muito nessas merdas mas pronto, no gozo, entre amigos uma gaja até alinha nessas porras. Até aqui tudo bem.
Chamemos-lhe o X. O X, juntamente com o Man de quem falei no post anterior, foram, até hoje, os dois únicos homens da minha vida. Nunca andei com nenhum (hell, no!) mas somos (ou fomos, whatever) melhores amigos, unha com carne, cu com as calças. (Tirando o facto de o Man ter tido aquelas atitudes parvas, mas isso são outras histórias). O que interessa aqui é o X.
Acabou com a namorada há relativamente pouco tempo, é certo, e anda um bocado com o pito aos saltos. Falta de sexo, é ele e eu! Durante a noite de ontem picámo-nos até mais não e, numa brincadeira ele até mandou uma mensagem ao Apêndice a dizer "Importas-te que coma a tua namorada?". Quem conhece o X sabe que a vida é um completo gozo, descontrai-se e pronto. Ora o Apêndice não achou piada, isto porque ficou com ciúmes de eu me estar a divertir à grande e ele ter ficado em casa. Não tenho paxorra e liguei-lhe a dizer que tivesse calma porque eu também tinha direito a divertir-me.
Episódio seguinte: a noite estava ao rubro, chovia lá fora e nós debaixo do toldo do bar a curtir a música dos anos 70, a dançar e a fumar que nem uns doidos. Eu e o X sempre a picar-nos. Até que eu me lembro de lhe mandar os meus três últimos bafos do cigarro para a cara. Ele agarra-me e dá-me um grandessíssimo linguado. "FODASSE", pensei. E este pensamento repetiu-se durante a noite toda. Não contei nada ao Apêndice e, sinceramente acho que não vou contar. Mandei mensagem depois ao X, já quando estava em casa, a perguntar que raio tinha sido aquilo. Ligou-me e esclarecemos tudo. E picou-me ainda mais.

Se contasse ao Apêndice ele não ia perceber. A minha relação com o X é tranquila, não há nada demais ali. Claro que se a coisa ficar complicada é óbvio que temos uma conversa. Mas neste momento e, apesar de estar mal com o Apêndice, sei que é ele que eu quero, sei que o amo. O X é um amigo, e os amigos têm diferentes formas de mostrarem o seu "amor" e aquilo foi uma brincadeira. Eu sei que não é fácil de entenderem, mas para mim é claro.

Quanto ao Man, apareceu! Ficou conosco durante hummmm vá meia horita. Palavra final "Tchau pessoal!" "Vai pela sombra!"


sinto-me: hummm tranquila
conteúdo explícito: , , , , , ,


miko @ 18:13

Sex, 28/11/08

sms: "dama di guetto bora ao cheesecake esta noite?"

 

E vou porra!Estou a precisar de desanubiar a cabeça. E ainda por cima o Man vai. O Man é um amigo de longa data, 10 ou 11 anos talvez, que um dia resolveu ter uma namorada (o ano passado) e desde então deixou de se dar com os amigos.  Combinaram-se cafés, jantares, noitadas, e ele nunca podia ir porque a menina não podia, não deixava, não queria, inventava desculpas. Éramos os melhores amigos e agora não nos falamos. Moramos perto um do outro e raramente nos vemos. Será destino?

E hoje ele disse que vai...Saimos às 20h. Talvez as 19.50 ele diga "afinal não posso ir" ou então não diga absolutamente nada, o que já é hábito. Mas meus amores, se ele hoje for, o bicho vai pegá!

 

À parte: secura entre mim e o apêndice. Será falta de sexo?


sinto-me: huumm ahhmmm
conteúdo explícito: , , , , , , ,


miko @ 21:11

Qui, 30/10/08

E se eu vos dissesse que ontem tive a pior manhã da minha vida? Porquê? Então e se eu vos disser que deixei a minha mala no autocarro da carris com TUDO lá dentro? Lá o Código Civil eu não me importo, mas o meu telemóvel e a minha carteira com o meu dinheirinho e o meu cartaozinho e as fotografias do apêndice, isso importo-me!

Então foi assim:
Entramos no autocarro, aquele que apanhamos sempre em Algés para ir para a faculdade, vamos para os últimos cancos, sentamo-nos e eu ponho a mala naquele espaço que às vezes encontramos no último banco estão a ver? Numa das pontas,normalmente não há lugar, há um espaço que nunca percebi muito bem para o que servia, até à manhã de ontem! Conversa puxa conversa, nunca mais me lembrei da mala. Tocamos para sair, saímos, o autocarro arranca, entramos na faculdade, vamos a descer as escadas e ouve-se um berro "A MINHA MALA!!!!! ". Foi, a minha mala foi no autocarro, sozinha, para o Desterro. Claro que entrei em pânico, comecei a tremer, comecei a chorar, o meu cérebro pura e simplesmente congelou. A sorte foi que ali passam uns 10 autocarros e todos com intervalo de 5 minutos cada, pedimos ao motorista do autocarro que passou a seguir para, pelo rádio, contactar com o motorista do autocarro que tínhamos apanhado antes. Foi a meia hora mais longa da minha vida. Claro que faltei logo ao primeiro tempo, e eles ficaram comigo. Passados uns 15 minutos veio um senhor ter connosco, que trabalhava para a Carris, e disse-nos que a mala tinha sido encontrada e que teria que esperar que o autocarro saísse do Desterro e fizesse a volta inversa. Fiquei ali a morrer, a congelar, sem conseguir pensar na sorte que acabava de ter, apenas queria ver a minha mala, queria ver se não faltava nada.
Quando ao autocarro chegou, agarrei-me à minha malinha e jurei, JUREI que nunca mais iria pousá-la em nenhum sítio.
Sou uma borrada, eu sei.


sinto-me: com sorte
conteúdo explícito: , , , , , , , , ,

miko's

 

Porque não tenho de estar sempre bonita, jeitosa, radiante e sorridente.
Não tenho jeito para essas coisas!

 

Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


subscrever feeds
blogs SAPO